Deu Chelsea!!!

FUTEBOL. Simples assim. É a definição mais adequada para descrever o jogo que deu o primeiro título de campeão europeu ao inglês Chelsea.
Em um jogo super emocionante onde o Bayern pressionou avassaladoramente os “Blues”, o Chelsea mostrou que tática e proposta de jogo também ganham campeonatos.

Os ingleses deram aula de como se defender, e apesar da pressão sofrida, controlaram o jogo à sua maneira, levando sua definição para o fim da partida. Quando já se esperava a prorrogação, eis que Thomas Muller aparece do nada para marcar em uma cabeçada de muita sorte, o gol dos alemães, faltando apenas 4 minutos para fim do tempo regulamentar.

De repente o desespero, e o Chelsea se atira ao ataque, abandonando parcialmente sua proposta inicial de jogo, o empate não tarda a chegar, aos 44 minutos do segundo tempo, Drogba de cabeça em uma cobrança de escanteio empatou o jogo forçando a prorrogação, onde ambos os times foram mais cautelosos o que consequentemente levou a partida para os pênaltis.

No duelo de dois gigantes da meta, Neuer e especialmente Cech, quem acertou os cantos de todas as cobranças, o tcheco levou a melhor, e defendeu 1 pênalti além de desviar a cobrança de Schweinsteiger para a sua trave esquerda, daí foi só Didier Drogba confirmar sua cobrança e correr para o abraço. A comemoração dos jogadores do Chelsea foi emocionante, ali extravasaram também as frustrações do título perdido para o   rival inglês Manchester United, onde coincidentemente foram derrotados nos pênaltis.

A vitória dos “Blues” serve para mostrar à muitos que crêem que o futebol é imutável, e que acham que a realidade de hoje, assim permanecerá para toda a eternidade. O Chelsea de tanto persistir acabou por finalmente alcançar a conquista do título máximo do futebol europeu, e certamente essa conquista serve para times sul-americanos que ainda não conquistaram a Taça Libertadores da América, como Corinthians e Fluminense, mas que neste ano aparecem como fortíssimos candidatos na competição da Conmebol.

O Chelsea não tem o futebol mais vistoso da Europa, nem os maiores craques do continente, mas dispõe de qualidade e aplicação suficiente de seus jogadores, além de um técnico que conhece muito bem o futebol para chegar ao título como fez hoje, serve de inspiração para todos aqueles que almejam uma conquista inédita. Não era o time mais badalado, não era o favorito da imprensa internacional, pelo contrário, deixou tal favorito pelo meio do caminho para se consagrar em uma final inesquecível jogando na casa do adversário, o Chelsea conquistou o título dando ao mundo, lições da essência deste esporte tão fascinante que é o futebol.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s