Isso é Corinthians

Chega a ser repetitivo, você já deve ter ouvido essa expressão por muitas vezes, mas não há outra maneira para descrever o que foi visto e sentido por milhares de pessoas ontem no estádio do Pacaembu, e por milhões de pessoas pelo Brasil. “Isso é Corinthians”, é uma expressão de significado próprio que embora não seja encontrada em nenhum dicionário, se sente e se compreende seu significado, desde que o indivíduo tenha tido a oportunidade de tê-lo vivido.

Mosaico da torcida corinthiana exibido na entrada do time no gramado.

Ontem no estádio Paulo Machado de Carvalho, mais uma vez foi possível sentir na pele a interpretação dessa expressão. Eram 34 mil pessoas empurrando o Corinthians para ataque com toda sua força, com todo seu fôlego, com toda a angústia inerente ao momento vivido pela equipe, com todo o sofrimento que o cenário do jogo decisivo das quartas-de-final da libertadores contra o forte time do Vasco proporcionou. Com direito a requintes de crueldade como no momento em que o goleiro Cássio fez a milagrosa defesa diante de Diego Souza que carregou a bola livre de marcação por aproximadamente 50 metros, a torcida corinthiana e a anti corinthiana tiveram a oportunidade mais uma vez de sentir a essência dessa camisa, dessa história desse sentimento. Isso é Corinthians.

Eram passados 43 minutos do segundo tempo da partida, o jogo muito igual, e após a grande chance que os vascaínos tiveram para abrir o placar, a tensão que pairava no Pacaembu era evidente, embora nem de longe lembrasse o nervosismo que a torcida e o time demonstravam em anos anteriores. Talvez devido às grandes viradas obtidas por este grupo desde o ano passado, a torcida do Corinthians tenha hoje confiança plena de que o jogo só acaba quando o juiz apita, e a qualquer momento pode surgir aquele gol salvador.


Escanteio para o Corinthians, o estádio transmitia vibrações positivas, empurrava o time com tudo que ainda lhes restava de energia, quando muitos já pensavam em uma disputa de pênaltis de puro sofrimento, eis que mais alto do que todos, surge Paulinho, para cirurgicamente testar a bola para o fundo das redes cariocas, e então aquela explosão generalizada de emoções tomou conta do “Paca”, jogadores corinthianos, torcedores, narradores, e todos outros profissionais de imprensa ou organização presentes puderam sentir todo o poder da torcida Corinthiana. Corinthians 1 x 0, Paulinho, noite inesquecível, fiel torcida, time guerreiro, vitória heróica contra um Vasco de respeito e que lhe fez suar sangue seu adversário e tornou ainda mais brilhante sua vitória. Isso é Corinthians, o único invicto da competição agora espera o seu adversário nas semifinais sem se importar com quem seja, a história está sendo escrita pelo Corinthians, os demais, são coadjuvantes de um caminho que o leva rumo à conquista inédita.

Parabéns Vasco pela contruibuição à noite épica, parabéns Corinthians por toda doação dentro de campo, e parabéns fiel torcida pelo espetáculo das arquibancadas.

Isso é Corinthians…

Anúncios

Deu Chelsea!!!

FUTEBOL. Simples assim. É a definição mais adequada para descrever o jogo que deu o primeiro título de campeão europeu ao inglês Chelsea.
Em um jogo super emocionante onde o Bayern pressionou avassaladoramente os “Blues”, o Chelsea mostrou que tática e proposta de jogo também ganham campeonatos.

Os ingleses deram aula de como se defender, e apesar da pressão sofrida, controlaram o jogo à sua maneira, levando sua definição para o fim da partida. Quando já se esperava a prorrogação, eis que Thomas Muller aparece do nada para marcar em uma cabeçada de muita sorte, o gol dos alemães, faltando apenas 4 minutos para fim do tempo regulamentar.

De repente o desespero, e o Chelsea se atira ao ataque, abandonando parcialmente sua proposta inicial de jogo, o empate não tarda a chegar, aos 44 minutos do segundo tempo, Drogba de cabeça em uma cobrança de escanteio empatou o jogo forçando a prorrogação, onde ambos os times foram mais cautelosos o que consequentemente levou a partida para os pênaltis.

No duelo de dois gigantes da meta, Neuer e especialmente Cech, quem acertou os cantos de todas as cobranças, o tcheco levou a melhor, e defendeu 1 pênalti além de desviar a cobrança de Schweinsteiger para a sua trave esquerda, daí foi só Didier Drogba confirmar sua cobrança e correr para o abraço. A comemoração dos jogadores do Chelsea foi emocionante, ali extravasaram também as frustrações do título perdido para o   rival inglês Manchester United, onde coincidentemente foram derrotados nos pênaltis.

A vitória dos “Blues” serve para mostrar à muitos que crêem que o futebol é imutável, e que acham que a realidade de hoje, assim permanecerá para toda a eternidade. O Chelsea de tanto persistir acabou por finalmente alcançar a conquista do título máximo do futebol europeu, e certamente essa conquista serve para times sul-americanos que ainda não conquistaram a Taça Libertadores da América, como Corinthians e Fluminense, mas que neste ano aparecem como fortíssimos candidatos na competição da Conmebol.

O Chelsea não tem o futebol mais vistoso da Europa, nem os maiores craques do continente, mas dispõe de qualidade e aplicação suficiente de seus jogadores, além de um técnico que conhece muito bem o futebol para chegar ao título como fez hoje, serve de inspiração para todos aqueles que almejam uma conquista inédita. Não era o time mais badalado, não era o favorito da imprensa internacional, pelo contrário, deixou tal favorito pelo meio do caminho para se consagrar em uma final inesquecível jogando na casa do adversário, o Chelsea conquistou o título dando ao mundo, lições da essência deste esporte tão fascinante que é o futebol.

Munique vai Tremer!!!

Hoje às 15:30h de Brasília, Bayern de Munique e Chelsea entram em campo na Allianz Arena, estádio do time alemão, para a disputa do título mais importante do futebol europeu, enquanto os alemães tentam seu quinto título continental, os ingleses vão atrás de sua primeira Champions League.

Alemães e Ingleses duelam pelo título da Uefa Champions League da temporada 2011/2012.

O Bayern chegou à final após eliminar um grande favorito e maior vencedor do torneio, o Real Madrid, em uma emocionante disputa de pênaltis no estádio do time espanhol. O goleiro Neuer foi o grande nome da equipe bávara, defendendo 2 pênaltis, em um duelo onde a camisa do Bayern pesou, e fez a diferença levando a equipe tecnicamente inferior aos rivais espanhóis à classificação.

Os londrinos chegaram à final depois de eliminarem o papa-títulos Barcelona, que eram grandes favoritos à conquista de sua quinta Liga dos Campeões. Com o famoso “catenaccio”, mais conhecido como retranca italiana, os ingleses anularam as principais ações ofensivas dos catalães e conseguiram na base da raça a classificação para a final.

Camisa, torcida, casa e tradição, ou raça, união, e defesa sólida? Quem levará a melhor nessa final? Saberemos em instantes…

Quarta-Feria de muita emoção na Taça Libertadores da América!

Esta Quarta-Feira promete trazer fortes emoções à 2 grandes torcidas Brasileiras. Corinthians e Vasco entram em campo contra Emelec e Lanús respectivamente para tentarem conquistar suas vagas nas Quartas-de-Final da Taça Libertadores da América.

Paulinho e Meio campista do Emelec disputam a bola no jogo de ida que ficou no 0x0.

Corinthians precisa vencer para passar às Quartas-de-final da Libertadores.

O Corinthians que empatou a primeira partida em 0x0 jogando em Guayaquil, entra em campo às 22:00h desta noite com a missão de vencer por qualquer placar, empate sem gols leva a disputa para os pênaltis, e qualquer empate com gols dá a vaga aos Equatorianos.

Na primeira partida a equipe paulista sofreu com a desqualificada arbitragem do  Colombiano José Buitrago, que puniu os Corinthianos com 7 cartões amarelos e 1 vermelho na injusta expulsão de Jorge Henrique no início do segundo tempo. Até então nos 6 jogos da primeira fase os alvinegros haviam levado apenas 7 cartões amarelos, sem nenhuma expulsão.


O Nervosismo provocado pela postura do árbitro e as dificuldades naturais de atuar em uma partida de Libertadores em território adversário, impediram o time de Parque São Jorge de apresentar seu melhor futebol, teve poucas oportunidades de gol e contou com uma bela atuação do goleiro Cássio, agora titular da meta Corinthiana, para segurar o 0x0 mesmo jogando quase todo o segundo tempo com 1 jogador a menos, após a expulsão de Jorge Henrique por levar o segundo cartão amarelo.

Em coletiva após o treino dessa Quarta-Feira, Tite afirmou que espera um Corinthians mais equilibrado emocionalmente, e superior tanto física quanto técnicamente. O meia Alex que irá substituir o atacante Jorge Henrique que cumpre suspensão automática pela expulsão no Equador, endossou o treinador gaúcho com discurso similar.

Se passar pelo Emelec, o Corinthians chegará às Quartas-de-final após 12 anos, a última classificação para esta fase da competição deu-se no ano de 2000 quando o time chegou às semifinais e foi eliminado pelo rival Palmeiras nos pênaltis.

Vasco x Lanús

Felipe disputa bola com zagueiro do time Argentino.

O outro Brasileiro a entrar em campo nesta Quarta-Feira pelo torneio continental, é o Vasco da Gama. Os cariocas conseguiram vencer os Argentinos na primeira partida realizada no Rio de Janeiro pelo placar de 2×1, e agora precisam de um empate para se classificar às Quartas-de-Final, onde haverá a possibilidade de um encontro contra o também Brasileiro Corinthians.

No primeiro jogo o time de São Januário foi claramente superior, e poderia ter obtido vantagem ainda maior se não fosse uma bobeada que possibilitou aos Argentinos fazerem um gol que tornou o segundo jogo bem mais perigoso para os Vascaínos.

Agora jogando em território inimigo, o Vasco tem a missão de ao menos segurar o empate inicial para conquistar a vaga, vitória dos Argentinos pelo placar mínimo de 1×0 dá a classificação aos Portenhos,  caso o Vasco consiga fazer um gol e perca por 2×1 a decisão irá para os pênaltis, qualquer outro resultado de vitória do Lanús por 2 ou mais gols de diferença dará a vaga aos cariocas que também ficarão com a vaga caso percam por qualquer placar com 1 gol de diferença desde que façam 2.

O Vasco confia em Diego Souza e Alecsandro, além do capitão Felipe para marcar ao menos um gol na casa do Lanús para assim aumentar as chances de o time Brasileiro seguir na competição. Cristóvão Borges, o técnico vascaíno, que não poderá contar com o zagueiro Dedé que ainda se recupera de um edema ósseo, confia na força ofensiva de sua equipe para trazer a classificação para a casa.

O jogo se passará às 22:00h desta Quarta-Feira e promete muitas emoções aos torcedores cariocas.

Pitaco do Blogueiro: Corinthians e Vasco se classificam e se enfrentam nas Quartas-de-Final.